"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"A-Antoine de Saint-Exupéry
Exupéry

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

A semente de paz!!!




"A semente de paz é o amor entre as pessoas que se amam e nasce cada vez mais em nossos corações. Por isso, tenha fé que um dia o mundo vai mudar e você vai sorrir um sorriso que você nunca teve, o sorriso do coração, e você será eternamente feliz. Esse mundo não vai ser o mesmo porque não vai ter guerra só vai ter harmonia e felicidade entre os homens e a tristeza acabará em um sorriso de fé e compaixão. A natureza irá crescer e não haverá então poluição no céu azul, nem nos rios, mares e em nenhum lugar porque Deus estará conosco mais do que nunca, não havendo mais um mundo cruel."


Esse texto meus amigos, não foi escrito por um profeta, nem por um jornalista, nem filósofo, nem cientista, nem por um pastor, nem por um padre, nem qualquer outro líder religioso, ou nem se quer por um adolescente ou adulto. Foi escrito por uma criança de 12 anos no diário da irmã dela de 7 anos, no dia 1 de junho de 1992. Essa pequena autora fui eu, Ingrid. Não me recordo muito bem em que contexto, lembro-me vagamente de ter escutado conversas de adultos (minha mãe e tia eu acho), e de repente me deitei e escrevi no diário da minha irmã, e depois disse a ela que esperava que essas palavras significassem alguma coisa para ela no futuro. Naquela época, tinhamos voltado já a dois anos do Rio de Janeiro (vivemos em 1990 no Rio), mas acho que apesar da violência que já estava começando lá, não foi por lembrar dessa época que escrevi. Enfim, não me lembro o motivo, só sei que me inspirei nesse dia, e depois de feito em 1994 ainda aumentei esse pensamento continuando mais na parte da natureza.


Hoje, a Ingrid 16 anos mais velha, ainda tem essa fé nos homens, mesmo depois de tantas coisas relatadas na TV, como por exemplo mortes de inocentes que não tem nada a ver com a historia entre a guerra da polícia e dos traficantes e um menino que viveu essa agonia, desenhando tudo que viu no morro e perguntando no final o POR QUE disso tudo! (Essa reportagem passou no Fantástico, acho que umas duas semanas atrás).


O cinema, com o filme Tropa de Elite, choca (para quem viu), ao fala da dura realidade e nos faz refletir sobre muita coisa errada que existe, mas também muita coisa boa que realmente deve acontecer (Ex: policiais não corruptos dando uma dura nos corruptos hehehe). Para mim esse filme deixou certas coisas bem claras, o tráfico de drogas só existe porque nós da classe média, classe média alta, consumimos. Acredito que se ninguém consumisse drogas, não haveria traficante rico no mundo todo as custas da violência alheia, que vitima tanta gente. Sim, porque o dinheiro das drogas é usado para armas. As armas são usadas para matar polícia que está atrapalhando os negócios dos traficantes, e quem está no meio do tiroteio sempre morre aqui no Brasil.


Aquelas crianças que participam do tráfico avisando quando vem polícia ou prestando outros serviços aos traficantes do morro também morrem, mortas ou por policiais ou pelos próprios bandidos, e são CRIANÇAS, vivem no mundo de adultos sem ter espectativa de um futuro nem melhor nem pior, não tem futuro, pode morrer a qualquer hora, e estão nisso porque não tem escolha, seja porque foram mal orientadas por marginais ou porque simplesmente o sistema não permite que ela tenha essas escolhas.


Por isso fica aqui meu pedido pela paz, à 16 anos, hoje (2007) e sempre, pelo nosso futuro e pelo futuro dos meus filhos, netos e bisnetos. Vamos refletir se de alguma forma nós também não somos um pouco responsáveis por essa violência, por essa nossa paranóia de termos que trancar portões e não podermos mais usar relógios de ouro (como Luciando Huck) sem temermos de sermos assaltados. E o que podemos fazer a respeito disso! Votar certo nas eleições? Será que só os políticos podem fazer algo a respeito? Fazer passeatas pela paz, quando nós mesmos ou nossos filhos ajudam com a violência consumindo drogas? Criticar todos os policiais, quando muitos são honestos e estão lá no duro trabalho enfrentando os bandidos e correndo o risco de serem mortos e deixar esposa e filhos desamparados? Aceitar as leis brasileiras e não fazer nada para que mudem, para termos um sistema carcerário mais completo com coisas que os bandidos possam trabalhar dentro da cadeia para dar sustento a eles e aos familiares fora da cadeia? Ignorar a educação, e negar ela a muitos? Quando a educação é base de tudo, e que abre portas para um futuro digno. Deixar menor fazer o que bem entender , matando gente e saindo em pune em vez de ser preso e ter o mesmo destino justo dos bandidos, mas claro, com trabalho e estudo dentro da cadeia?


Essas coisas que me vêm na cabeça agora, mas é claro, há muitas outras coisas erradas que estão ligadas com a violência, para refletir sobre a paz, por que as duas coisas (paz e violência) estão interligadas é claro, não posso falar da paz sem falar da violência!



Era isso que eu queria escrever, mil desculpas pelo texto enorme, espero que tenham entendido meus pontos de vista, mas "estamos aí" para receber críticas e comentários. FALEM MEU POVO! Esse post foi escrito para contribuir com a Blogagem coletiva sugerida por Lino Resende no dia Mundial da Paz (1 de novembro)! Bom feriado e bom final de semana a todos!

12 comentários:

Meiroca disse...

Que ninguem deseje o mal, nem guarde dentro de si o sentimento do odio.

Que ninguem se aproveite do outro, nem o humilhe.

Que ninguem engane ou despreze o outro, nem carregue rancor dentro de si.

Partecipe da alegria e do sofrimento, doe felicidade e segurança a todos.

Respeite a vida e olhe cada homem como se fosse seu irmao.

Procure sempre ser de coraçao puro e limpo e seja um homem justo perante a Deus e aos homens.

Meiroca disse...

Que ninguem deseje o mal, nem guarde dentro de si o sentimento do odio.

Que ninguem se aproveite do outro, nem o humilhe.

Que ninguem engane ou despreze o outro, nem carregue rancor dentro de si.

Partecipe da alegria e do sofrimento, doe felicidade e segurança a todos.

Respeite a vida e olhe cada homem como se fosse seu irmao.

Procure sempre ser de coraçao puro e limpo e seja um homem justo perante a Deus e aos homens.

Fábio Mayer disse...

Essa violência urbana brasileira não pode ser atribuída só aos traficantes ou aos maus policiais. Ela é uma doença política, causada por supostos representes do povo que, em benefício estritamente pessoal, negligenciam todos os dias coisas essenciais para se obter paz, tais como:

- Educação;
- Respeito;
- Exemplo que venha de cima.

Vivi disse...

Seu texto foi lindo...
Paz na terra!

Vivi disse...

Seu texto é lindo :)
Paz na terra!

Marcos disse...

Ingrid, nada como a inocência infantil (e você já levava jeito para as letras, hehe). Se a paz paz nasce "do amor de duas pessoas que se amam", ela está longe de concretizar-se entre povos que não se conhecem. Para isso, teríamos que amar a todos, indistintamente, o que é utópico, infelizmente.

Ronald disse...

Quer dizer então que nossa amiga Ingrid, desde pequenina, já possuia o dom da sensibilidade humana? Excelente o post querida, mostra quem realemente você é.

Beijão

Lara Lírica disse...

Ingrid:

A paz é construída a cada momento através de idéias, palavras gestos e principalmente ações. Parabéns e um abraço!

Saramar disse...

Lindíssimo!
Você falou das coisas mais importante para quem precisa refletir sobre e paz e começar a agir, de dento da própria alma.
Parabéns!

beijos

Dona Minhoca disse...

PAZ! Muito boa a sua contribuição.

Samantha Shiraishi disse...

Seu texto é muito bonito e felicito-a por conservar aquele sentimento sincero de esperança dos seus doze anos.

Meire disse...

Ingrid bom dia!

Voce tem recebido as mensagens do amigo secreto?
Amanha voce recebera’ um e-mail para confirmar sua participaçao, caso nao responda ateh o dia 14, o teu nome sera excluido automanticamente.

Um abraço

Meire