"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"A-Antoine de Saint-Exupéry
Exupéry

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Vida sadia modifica forma como gene atua*

Vida sadia modifica forma como gene atua*

Vi esse e-mail e achei interessante porque contraria o que eu estudei e discutir nas aulas de doutorado. Com a regulação gênica, deu para perceber que ela é feita com varios fatores, nao só a nível de sequencia nucleotidica no nosso DNA mas também com fatores de proteínas que vão estimular ou repreender genes que causam o cancer. VAle a pena ler, mesmo assim, o texto abaixo.. Se ele for cientificamente sério. Para estar no jornal Estado de SP é pq deve der. Bom final de semana a todos!

Estudo mostra por que é possível evitar doença com dieta e exercícioHerton Escobar escreve para “O Estado de SP”:Todo mundo já sabe que comer bem e fazer exercícios regularmente ajuda a prevenir doenças, entre as quais o câncer. Mas ninguém havia conseguido demonstrar, até agora, como isso funciona no nível molecular, dentro das células. Um estudo publicado ontem (16/6) nos EUA fornece, pela primeira vez, uma explicação genética para o “fenômeno”.A pesquisa mostra que levar um estilo de vida saudável não tem efeitos apenas fisiológicos, mas influencia até o funcionamento dos genes no núcleo das células. Genes favoráveis ao câncer (oncogenes) são inibidos, enquanto genes “de segurança”, que combatem a evolução de tumores, são estimulados.O estudo foi feito a partir de uma comparação de biópsias de tecido saudável da próstata de 30 homens com tumores de baixo risco e idade média de 62 anos. Os pesquisadores analisaram o comportamento genético das células antes e depois de um “tratamento” baseado em mudança de hábitos, com alteração de dieta, prática de exercícios e redução de stress. Constataram que a “expressão gênica” (intensidade com que certos genes funcionam) foi alterada para melhor em todos os participantes.Dezoito genes tiveram sua expressão aumentada e 388, reduzida, segundo os resultados apresentados na revista PNAS, da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. Nenhum dos pacientes passou por cirurgia ou tomou qualquer tipo de medicamento. O período entre as biópsias foi de apenas três meses.“É muito encorajador verificar que é possível alterar o funcionamento de centenas de genes em um período tão curto, apenas pela maneira de comer e viver”, disse ao Estado o médico Dean Ornish, da Universidade da Califórnia, autor do estudo. “Você não pode mudar os seus genes, mas pode mudar a maneira como eles se expressam.”Segundo o pesquisador, é provável que as mesmas mudanças verificadas na próstata estejam ocorrendo em outras células do organismo, o que explicaria a influência dos hábitos saudáveis na prevenção de vários tipos de câncer e outras doenças.Os 30 participantes consumiram 12% menos gordura por dia e fizeram uma média de 3,6 horas de exercício por semana. Ao fim dos três meses, todos os fatores de risco para doenças cardiovasculares (como colesterol e pressão) haviam diminuído.Os níveis de PSA, hormônio da próstata que é usado como indicador de tumores, também caíram, mas isso não significa, necessariamente, que o “tratamento” tenha estancado a progressão da doença. As medições foram feitas apenas com células saudáveis da próstata.“Quase todos os parâmetros melhoraram, mas, se isso terá um efeito em prognóstico ou sobrevida dos pacientes, ainda é cedo para dizer”, avalia o médico Gustavo Cardoso Guimarães, do Hospital A. C. Camargo. “O mais interessante é que o tempo de influência na expressão gênica foi muito curto. Isso é surpreendente.” Mais estudos serão necessários para mostrar qual é o efeito direto do estilo de vida sobre a células tumorais.(O Estado de SP, 17/6)

2 comentários:

Adelino disse...

Sem dúvida, a Ciência avança no caminho da cura para todas as doenças. Essas descobertas são importantes para a Humanidade.
Abraços, Ingrid, e ótimo final de semana.

Ronald disse...

Mas já se trata do primeiro passo, quem sabe um dia a alimentação seja fator preponderante na cura de infermidades????

bjs